Produção Musical – COMO FUNCIONA A PRODUÇÃO MUSICAL DE UM ARTISTA OU BANDA.

O termo “produção musical”,está intimamente ligado a coordenação de um trabalho, ou seja, é o que em outras áreas sem ser na Música, poderíamos chamar de coordenação ou supervisão de projeto. Quando a produção musical começou a ser uma função reconhecida, geralmente haviam pessoas despreparadas que estavam no cargo devido ha algum paternalismo de um diretor ou proprietário de um selo fonográfico ou de algum artista que colocavam nesse cargo, pessoas despreparadas para coordenar as gravações. Nos dias de hoje é óbvio que quase todos dessa estirpe de profissional já foram eliminados do mercado, pois surgiram pessoas muito capazes e talentosas nessa área.

O produtor deve pegar um artista e analisar seu trabalho, verificar a viabilidade do mercado e deixá-lo comercialmente viável, “dando aquela mexida” ou adicionando certos “temperos” no produto final(mesmo se for um trabalho alternativo). Muitas vezes o produtor desempenha múltiplas tarefas no trabalho ainda acumulando arranjo e engenharia de som, e muitas outras vezes isto fica distribuído em equipes. Existe também bandas ou artistas que acumulam esta função após amplo amadurecimento, pois para isso é necessário saber abdicar de certos conceitos em prol de um trabalho melhor. Então vamos começar falando com as bandas:

1°)Organização interna – É necessário assim como em qualquer empresa que um grupo musical distribua tarefas e determine responsabilidades. No inicio de qualquer carreira, antes de empresários e promoters é necessário que o artista iniciante ou independente crie um caixa para seus gastos,e com isso estabelecido alguém da banda deve cobrar e organizar isto, e exercer esta função
chata de “tesoureiro”, e liderança natural…se você é artista solo…azar o seu no início…sorte a sua na hora de colher os frutos!
2°)Distribuição de tarefas – Se tem alguém cuidando da “grana”, tem alguém marcando Shows, e tem alguém cuidando do marketing, e delegar tarefas faz com que a coisas ande.
3°) Preparar o repertório – Aí é que mora o perigo, pois vi bandas jurarem de pé junto que estavam fazendo som pop e na verdade estava cheio de passagens, que o ego de cada um havia inserido, e vi outras bandas fazendo o contrário, dizendo fazer um som complexo e usando a fórmula campeã de acerto…Tema, linha principal, tema com refrão por cima, outra linha principal, ponte, solo, refrão até o final…se você quer fazer som comercialmente viável, este é o caminho, mas se você quer transgredir, fuja disto…e aí é que fica a escolha…e 90% dos trabalhos na minha opinião, devem ser tradicionais sim, pois transgredir é arte para poucos, mas se tocar disto para menos pessoas ainda, assim como é para poucos saber a hora de fazê-lo.
4°) Gravar um ensaio e analisar friamente o repertório.
5°) Mostrar o trabalho a pessoas próximas e ouvir a opinião de “leigos”.
6°) Se necessário fazer os ajustes na concepção do trabalho.
7°) Procurar um produtor que tenha haver com a linha de som que você vai fazer, e mostrar o trabalho.
8°) Começar os ajustes de pré produção e os ensaios supervisionados pelo produtor se possível.
9°) Como estamos dando um exemplo de produção independente, procure o estúdio certo, que é aquele que tem as condições para você detonar um mega trabalho, ou deixe o produtor escolher.
10°) Enquanto grava, vá adiantando capa e outras coisas da parte gráfica e de marketing.
11°) Internet…tudo que você puder fazer para divulgar e distribuir.
12°) Prepare o bolso para divulgação e infelizmente a paga do tal “jabá”…ele existe e dá até “recibinho”viu ?
13°) hoje o fator CD começa a ficar irrelevante, pois as pessoas ouvem música pelo MP3 player, então considere a hipótese de não fabricar o álbum, pois sinto que o futuro é a distribuição direta via net, e até de graça, pois em shows o retorno é maior, além do fato de que gera menos gastos, porque basta ter um cd printable como promo de rádio e um bom divulgador que te leve por aí, e a música o pessoal baixa na net…e os shows vão ter todo mundo cantando seu som, pois todo mundo já baixou…e vai dar muito mais retorno de bilheteria!
Aqui neste espaço, vamos falar de profissionais da área de produção, engenharia de som, arranjos, e divulgação e marketing, que realmente são bons, e não somente daqueles que estão na “moda”, dando nomes, e contato para contratar seus serviços…na verdade é meu ímpeto transgressor que fala mais alto e tornam este site o link entre profissionais de verdade e artistas que não os conhecem, mas que estão tentando fazer o melhor trabalho possível na cena independente…portanto…be welcome!

por Nelson Junior;
(Guitarrista, Produtor Arranjador e Especialista de Produtos ZOOM no Brasil)

http://gravacaoeproducao.blogspot.com/

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: