Luanda, no meu ponto de vista

Vista da Marginal

Realidade Luandense, efeito da Globalização

I Parte

Ser Angolano, é a melhor coisa do mundo, pois todo mundo tem orgulho de sua própria pátria, embora não saiba concretamente, podem muitos sonhar em viver as realidades que lhes são transmitidas por via do processo de globalização.

São muitos que não sabendo lidar com a sua verdadeira realidade, o seu meio envolvente, tentam buscar refúgio noutras sociedades, pois o que lhes é transmitido é somente o lado positivo, já eles também sofrem da sua forma.

Eu curto bwé ser Angolano, pois vivo em Luanda onde todos os dias é uma luta constante pela vida, e pela sobrevivência. É uma boa luta, pois é uma alegria e tanto, conviver com os meus Caluandas, pois enfrentamos as dificuldades com um sorriso no rosto.

Recebi um comentário de uma leitora estrangeira e dele retirei o seguinte: “Fiquei muito surpresa, em ler teu artigo, mas acredito que mesmo o teu país estando em uma situação difícil sempre existe uma luz no fim do túnel, até no feio tem certa beleza, fico triste em saber que uma pessoa pense assim de seu próprio povo. Não te entregues às amarguras procure o teu melhor e tente fazer o correcto, que uma hora serás reconhecido.Eu fiquei muito tocado por este comentário, pois como disse a leitora “até no feio tem certa beleza”.

Ai minha Luanda, as necessidades do meu povo são várias, temos o problema do analfabetismo, baixo nível de escolaridade dos meu co-citadinos, não faz com que eles deixem de viver com alegria, pois nós somos um povo alegre, e como somos.

Existem várias classes sociais em Luanda, e existe uma necessidade ou busca desnecessária pelo poder, é algo engraçado, pois as pessoas tornam-se bastante previsíveis, e é possível analisar as suas intenções na busca de uma melhor condição social.

Mas o facto é que nós vivemos na capital de Angola e viver numa capital não é coisa fácil, existe concorrência em quase tudo, e a concorrência é quase sempre desleal, aqui ninguém respeita a concorrência, e isso faz de nós enormes máquinas de pensar, como obter o maior número de Kwanzas possíveis. Não é algo muito saudável pois o stress nos consome a todo o tempo.

Depois temos as pressões do meio envolvente, para ser sincero acho que não existe pressão pior, é muito mais dolorosa que a coação física. Deixamos de viver para nós mesmo e ao invés disso vivemos para os outros, tomamos decisões que não nos agradam, deixamos de ter planos pessoais, jogamos fora sonhos pelo temor que a nossa posição desagrade a terceiros, embora seja ela totalmente correcta.

Fomos tomados pelo materialismo e pela necessidade de sobreviver, com uma condição social favorável para o meio em que nos encontramos, ou seja estamos perante um “Utopismo” (consiste na ideia de idealizar não apenas um lugar, mas uma vida, um futuro, ou qualquer outro tipo de coisa, numa visão fantasiosa e normalmente contrária ao mundo real), influenciado pela globalização que nos aflige, sem dó nem clemência. Para se ganhar nome nesta cidade é facílimo; compre um carro caro, ou que simplesmente chame bastante atenção, gaste o máximo que puder durante um fim-de-semana, comece por chegar numa quebrada (lugar onde se congregam alguns jovens de um determinado bairro), e pague o máximo de bebida alcoólica que puder, mostre para todos o seu carro, para que saibam que é bonito e o quanto gastou nele e quanto mais caro melhor. Depois convide a rapariga mais falada da cidade, saia com ela e todas as suas amigas que couberem no carro, leve-as para comer algo num restaurante, deixa que elas peçam o que quiserem, e não tenha medo de gastar, depois disso perto da meia-noite vá a um pub, para tomar uns copos e se preparar para ir a discoteca, mais uma vez, não tenha medo em gastar, beba o que houver de melhor, depois disso por volta das 2:00 da manhã, vá a uma discoteca badalada, tente estacionar o seu carro frente a discoteca, para que todos o vejam, saia do carro com as miúdas, e de certeza que não terá problemas para entrar. Uma vez lá dentro, não tenha medo em gastar, compre a garrafas mais caras que houver na casa, saia por volta das 4:30 dê uma gorjeta ao porteiro. Tudo isso sexta-feira. No sábado saia com os seus amigos, pela cidade durante o dia, vá a um sítio onde lavem carros, mas que seja bem frequentado e exponha a sua máquina. A noite vá a outra discoteca, leve quantos amigos puder, gaste o quanto puder. Domingo vá ao cinema com amigos a amigas, gaste o quanto puder na praça da alimentação. Não interessa onde vá buscar o dinheiro, pois essa demonstração de posse e poder lhe concederá nome, e fama instantânea na cidade.

RangeRover-LLC

II Parte

Com essa fama você vai ficar com as mulheres mais bonitas de Luanda, vai ganhar falsos amigos, mas ganhará poder. Esse é o sonho de qualquer jovem, o poder instantâneo. Com essa fama poderá atrair poucas coisas boas e muitas coisas más, conhecerá gente sem carácter, para consigo partilhar esta fama, outros vão querer saber de onde vem tanto dinheiro, e outros simplesmente para ajudar a gastá-lo. Há pessoas que não percorrem as etapas completas acima citadas, o caminho curto é conseguir o bem material, que chame muita atenção como um carro de 80.000 USD, e dê boleia a todas as meninas bonitas da cidade para garantir uma noite com elas. Também poderá andar com alguém de nome, ou pode vestir simplesmente roupas caras, qualquer caminho serve no caminho para a fama “instantânea”.

Tenha cuidado, identifique os maus caracteres, você saberá quem são os seus verdadeiros amigos e os que não são, principalmente aqueles que só lhe ligam a partir de sexta-feira.

Outra parte importante é as mulheres; as bandidas, as fingidas, e as estou com sorte. As bandidas, quase sempre andam em grupo, para que não possas tirar proveito delas, dependentemente de como ela receber o relatório sobre certa pessoa, ou pela forma de vestir de alguém, o tipo de carro que conduz, irá determinar o seu procedimento de actuação. Se ela lhe quiser somente pelo seu dinheiro, verá logo depois do 1 encontro, pois se conseguires um beijo, logo depois ela vai cobrar qualquer coisa, se com ela fores para cama, 2 dias depois ela irá te passar o relatório de todas as suas dívidas. Quando se liga para as bandidas, e se pergunta “nunca mais ligastes porquê?” responderão sempre que não tenhem saldo e para bom entendor meia palavra basta. Elas querem coisas simples, alguém que lhe pague o cabelo brasileiro, o saldo para o telefone, as unhas, e as saídas com as amigas, isso somente para que te seja concedida a posição de amante, pois tu serás um de vários, sendo que muitos se conhecem, mas há que se ser adulto o suficiente para não se perder a carne, por isso os cornos serão quase sempre amigos, e o profissionalismo é tanto que podes até ter mulher ou namorada, mas ficará só entre os dois. As fingidas, são aquelas que entram de fininho se revelar as suas reais intenções, são manipuladoras, fazem com que se faça o que for do benefício delas, quando deres conta estará na ruína, prefira as bandidas. As Estou com sorte, essas são aqueles que depois de 6 meses vê que é aquilo que você quer e não te da muitos problemas, então agradeça a deus pois esta com sorte.

Os homens, são os Bandidos, os come não se borra, e os estou com sorte. Os Bandidos, têm quase sempre mais de 3 namoradas, recebem a namoradas e mulheres dos outros, ostentam muitos bens materiais, dizem sempre as moças “eu vou te dar vida mulata” dão carros (mas em nome deles) pagam escola, faculdade, assumem tudo, e normalmente gostam de sexo sem camisinha. Os come não se borra, nunca assumem ninguém, pois sabem que os Bandidos, estão sempre em alerta e estão prontos a corromper as mulheres, por isso evitam decepções, mas gostam de as causar, por isso comem e tiram o pé. Os estou com sorte, homem honesto, trabalhador, bom carácter, agradece pois estas com sorte.

E como a chave da sobrevivência de muitos é essa, então, as pessoas fazem o que podem para serem reconhecidos na sociedade com base nestes parâmetros, para assim conseguir o poder instantâneo e viver rápido.

Eu muito sinceramente não sei onde me enquadro, nisto tudo, sei que estou a assistir na plateia, e deves enquanto me infiltro como jogador, numa das posições, mas é claro que não sou bom a todas as posições, mas gosto de uma que não se nota muito e ninguém presta à atenção. Almejo afirmação e reconhecimento, não sei se serei e jogarei com as mesmas armas, um dia que tenha afirmação e poder, pois também seja parte integrante desse meio, sou somente um gota de água na imensidão de um oceano, mas espero causar impacto suficiente de fazer com esta gota de água, alcance a beira como um grande tsunami.

kelly stress pro lógo tipo

Anúncios

2 Respostas to “Luanda, no meu ponto de vista”

  1. Ma man..! posso so dizer pouco… sobe a verdade da cidade de luand..tu vivendo a vez melhor q eu , so qnd venho ai fico menos d um mes mas e o sufficient p ver o necessario, tens td a razao em td assunto q acabast de mecionar..tanto mas q comecei a imaginar o numero de pessoas q enquadram nessa tua idea q acabas de exprimir..e TRISTE..! mas uma coisa e certa..td problema tem uma solucao..e td principio tem fim.. por isso..eu vou fazer com tu dizes no fim vou ficar tambem na plateia e “enjoyar” td akilo q passar perante a mim…nice man..como eu xtou sempre a dizer KEEP UP ..algume vai te ouvir…Bless..regards a kem merecer..

  2. oi!!! comeco por enviar-lhe saudacoes. Respeito o teu ponto de vista, ‘e a maneira que tu vez o mundo, aquilo que te cerca e esta ‘e a tua crenca. Mas tenho que admitir que sinto um ressentimento e frustacao da tua parte. Eu acho que estas muito focado nas mas accoes dos teus conterraneos, em vez de sublinhar os pontos positivos, e acredito que temos muitos. Porque se muitos estao perdidos, com certeza ha muitos no bom caminho. Deixo-te um conselho, se verdadeiramente queres fazer a diferenca em vens de ser um daqueles que que fica na plateia a assistir e a reclamar, tenta ser a mudanca. Queres um mundo melhor, a diferenca comeca contigo, faz algo para engrandecer o teu pais , a juventude, deixa a tua marca e contributo nesta sociedade.
    Ai sim estaras a enaltecer o teu pais.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: