As Aventuras Amorosas de “Luís Pi da Maianga” Capítulo III

gbundblackh[1]

CAPÍTULO III

TRAÇY DOMINADA

Traçy, negra boazuda, rabo, pernas grossas e arqueadas, cintura fina, peitos bicudos, linda simplesmente linda. Colega de escola de Luis pi, mas foi fora da escola que ele a conquistou, ela passava umas férias nos arredores da maianga, na escola luís não lhe prestava atenção, mas pelo facto de viver perto de casa, fez nascer um interesse em traçy. Ela foi dura na queda, mas luís adorava o jogo duro, pois dava-lhe tusa, pois ele sabia que em pouco tempo ela estaria em seus braços. Muito rapidamente, ela entrou na sua conversa, Luis pi é um rapaz inteligente e sabia  conversar, encontrou um ponto comum com traçy onde poderiam concordar com alguma ideias, e logo já estavam no mesmo plano de pensamento. Posteriormente Luis pi começou a entrar em conversas mais íntimas, pois os seus planos começaram a aflorar uma vez que viu que traçy não era fútil e sabia conversar, agora estava na hora de dominar a fera. Luis já sabia que ela adorava o jogo duro, sendo isso um vantagem pois luís pi era rude e gostava de dominar por vezes pois sabia que ela gostava de força, pois 1 ele teria de conseguir roubar um beijo dela, coisa que conseguio com o seu exímio charme e arrogância masculina a mistura, pois, era isso que ela queria. Depois de roubar  1 beijo em pouco tempo começaram a namorar. Luis tinha agora uma outra missão provar o mel da poderosa. Luis aventureiro, um excêntrico nato, levou tracy ao seu prédio ele vivia no 2º andar, e na varanda de fora tinha uma lavandaria, luís não pensou duas vezes, apagou a luz do corredor, e agora tinha a tarefa de levar traçy para dentro pois já estava com o joãozinho turbinado. Mas tracy, adorava o jogo duro, adorava ser dominada, e era mesmo uma das especialidades de Luis Pi, pois dominá-la seria um prazer. Ela fingia que não queria, mas tracy ficava molhada somente de sentir luís pi lhe tocar, mas se fazia de dura, ela não queria entrar, então ele tive de a arrastar para dentro como uma cadela teimosa, e aquilo soube bem a luís, pois sentia-se bem assim, uma vez dentro da lavandaria, ela o involveu num jogo de sedução, perfeito para luís que gostava da safadeza acima de tudo, gostava de chamar nomes e ser chamado nomes também e aquilo foi espectacular, mágico, um momento único.

Anúncios

Uma resposta to “As Aventuras Amorosas de “Luís Pi da Maianga” Capítulo III”

  1. Jussara Says:

    Joazinho turbinado hahahahahaha. Essa vai colar na minha boca hehehe boa.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: