O Tráfico de droga em Luanda – Como é feito

droga

Tráfico de Drogas em Luanda

O Tráfico de drogas em Luanda, capital da república de Angola, esta num nível alarmante, pois esta a dar cabo da nossa sociedade em todos os seus sectores, pois não são somente os jovens que estão a consumir, há mais velhos que já andam nisso há muito. O mais incrível é que são pessoas que passam muitas vezes despercebidas.

O facto agravante é o que, na nossa sociedade ninguém justifica os seus rendimentos, o governo não controla quase nada ou nada mesmo, por isso o nosso mercado é propenso a lavagem de dinheiro ou branqueamento de capitais.

Hoje em verifica-se um aumento de motorizadas na cidade de Luanda, um dos motivos fulcrais foi o do péssimo trânsito da nossa capital, mas o outro foi do aumento do tráfego de drogas, pois os passadores utilizam jovens com ilusões para fazer a distribuição da mercadoria.

Até então, as Jogs eram as mais solicitadas mas hoje em dia são as Crf motas de crosse, as vermelhas e brancas. Os distribuidores possuem vários métodos de aliciar os passadores, pois eles procuram pessoas com uma determinada popularidade, em um certo meio, e providenciam-no com os elementos necessários para a actividade.

Os motoqueiros, as pessoas que muito frequentam discotecas, os meninos com dinheiro, as pessoas com ambições de crescer rápido na vida e etc.

Muitos deles são nossos amigos e fazem-no pela necessidade, mas outros que sofrem dos vícios da moda facilmente entram nesses círculos pois querem ter a mesma vida dos outros, mas o que ele não sabe é que: um o pai tem, outro trabalhou, outro roubou, outro vendeu droga.

Os próprios peixes pequenos, sabendo das necessidades do seus amigos, vão aliciando-os com propostas de emprego: “é só para fazer umas entregas” dizem eles, pois o dinheiro é muito fácil, e dinheiro fácil vicia, é um dinheiro que vai e vêm pois esses jovens não irão fazer nenhum investimento, o dinheiro é somente “para chillar, comprar grifes, gastar com as damas” e depois acabou, continuando na mesma para sempre.

Uns mais espertos, normalmente aqueles mais ligados aos fornecedores ganham um pouco mais pois controlam passadores e fazem distribuição em áreas perigosas, e rendem muito dinheiro aos seus chefes, investem em carros, motas e até casas.

Mas o problema é que consoante o tempo vai passando, a tua cara torna-se conhecida, pois há entregas que eles farão, em certos pontos da cidade e sem saber a policia já esta de olho, e logo vêm que muito frequentas esse lugar logo também deves ser do movimento.

Muitas vezes na noite, é possível ver por exemplo pessoas em alto estado de alucinação e sem cheirar nem um pouco de algo, esta bem isso pode até ser normal, mas eu chego a noite a 1 hora da manhã, até as 3 já tomei uns tantos copos portanto já estou bem fixe e tu que chegas-te as 3:10 sério, fazes a esquina vais a casa de banho e vens no mesmo estado que eu reflictam.

Identificar os traficantes é difícil, mas alguns deles podem ser vistos em grupos com muitas motas, as chamadas “Quebradas”, em sítios onde há um alto consumo de álcool (roulottes, discotecas, pubs, casas de prostituição e outras), e outros são mesmo difíceis de identificar.

O estrago causado por estes actos já todo mundo sabe, deixam as famílias destruídas, jovens perturbados a roubar as próprias casas por causa da droga.

Exemplo do Simão (nome fictício): foi militar, tem uma filha já foi casado, mas o uso excessivo da droga faz com que ele roube as coisas de casa. Uma vez roubou a caixa de jóias da sua mãe, jóias avaliadas em mais de 10.000 USD, mas como os vizinhos já sabiam pois os roubos eram constantes, um dele viu-o descer e perguntou se ele estava a vender, como sempre, já vendeu máquinas de digitais, ipods tudo o que vocês podem imaginar, pois então esse vizinho comprou por 100 USD, ele seguiu o seu caminho foi fumar a sua droga. Posteriormente o vizinho devolveu a caixa de jóias a mãe de Simão.

Outra coisa, é o facto de os traficantes não tolerarem dívidas, eles podem ser muito pouco escrupulosos no que se refere a esse assunto. O Exemplo de bastos (nome fictício): devia aos traficantes cerca de 300 USD e ele não tinha para os pagar, entraram em sua casa ameaçaram a todos, levando consigo as chaves do carro de sua mãe um jipe Bmw avaliado em 80.000.00 USD. Posteriormente a mãe conseguiu o dinheiro e pediu que ligassem aos rapazes para devolverem o carro pois já tinha o dinheiro.

É uma situação que afecta gravemente as famílias. Eu poderia escrever páginas sobre a situação actual, mesmo assim não chegaria.

Esta mal é só isso que posso dizer.

ksp

Anúncios

Uma resposta to “O Tráfico de droga em Luanda – Como é feito”

  1. maquinha Says:

    burros são os angolanos que aceitão que seu pais fica sujo na lama burro aquele que não tem medo de levar no cu ou de ser morto vamos valorizar o nosso pais a nossa terra

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: