Sociedade angolana: A rapariga falou e disse

Sociedade angolana: A rapariga falou e disse

 

Depois de ouvir na rádio esta manhã o caso da rival que queimou a casa da outra, com relatos ridículos que só não dá para rir porque duas meninas inocentes perderam a vida,  decidi enviar esse texto.
 
Vivo numa sociedade em que a mulher perdeu a estima.
As mulheres da sociedade angolana de hoje, classificam-se a si mesmas como a “própria” ou a “outra”.
Ambos grupos parecem satisfeitos com a posição que ocupa ou tentam consolar-se com a ideia que nesta sociedade há menos homens do que mulheres.
A própria portanto, são as mulheres casadas, noivas ou namoradas que por serem “oficialmente” conhecidas ou tal, cumprem os oficiosos deveres e obrigações do nome que sustentam, sem no entanto sequer usufruírem dos plenos direitos de pedir satisfações da vida do seu marido, para que não sejam intituladas de possessivas, ciumentas, ou inseguras.
Que estatuto é este?  
A outra, é muitas vezes uma mulher que não tendo a “capacidade” ou possibilidade de ter um compromisso sério com um homem descomprometido, sujeita-se estar ao seu dispor quando este puder ou entender estar com ela, mas não só, podem até ser mulheres casadas insatisfeitas com a relação que têm. 
Muitos dizem que é pela situação financeira. Se assim for, acho que quem “vende-se” por um sustento, tem outro nome.
 
O mais ridículo é que hoje em dia, a própria sabe que existe a outra e a outra sabe que existe a própria.
Se as mulheres procuram afirmar-se na sociedade não será esta a melhor forma. Acho que não é um problema de falta de amor de um homem,  o problema de falta de amor-próprio.

O que existe também são homens que são pais de família e maridos, mas só de nome.
Homens casados que levam vida de solteiros e pais de família que não sabem o que é um programa de fim-de-semana em família.
Criam-se famílias modelos. Sim, digo modelos mas é Modelos bons de fotografia, de apareceram na revista Caras. Se calhar ainda só chamam-se família porque levam o mesmo nome e vivem no mesmo tecto.·
Os filhos chamam-no de pai porque foi quem os gerou (e isso é a única coisa que o angolano ainda faz bem), mas alem de saberem que o dever do pai é dar o sustento a casa, pouco ou nada fazem em conjunto com os pais.
Ver um pai a ajudar o filho nos trabalhos de casa,  só no filme missão impossível 4.
Pois a desculpa é que não temos tempo, trabalhamos e o engarrafamento… mas quase que instutionalizou-se que a sexta-feira é dia do homem… que sinceramente cá para mim parece que estende-se ao sábado e muitas vezes ao domingo.
Então quando é o dia de ser pai? De ser marido? Se de segunda a sexta somos todos trabalhadores…
Que exemplo de família terão esses filhos?
Vá lá antes, que os homens ausentavam-se porque iam a guerra, ou tinham que trabalhar fora…   

A verdade é que eu acho que quando um jovem quer curtir… tem que curtir muito, e quando quer namorar tem que namorar muito,  e não é quando se casam que querem curtir. Alguma coisa esta errada nesta ordem…
 
O que dizer dos casamentos de hoje, quando as pessoas que se casam já sabem que este relacionamento que existe é um relacionamento feito a 3 ou a 4, ou quem sabe ainda mais.
Como irão durar? Se a base de qualquer relação humana e principalmente o casamento é o respeito, que por sinal já esta perdido e a confiança nem sequer existe.
 
Concluindo, não sou uma mulher com problemas de auto-estima,  e sou independente financeiramente, portanto não pretendo ser a própria nem a outra de ninguém, apenas eu mesma!
 
Para uma sociedade consciente, reflicta!

Falei e disse,  Luanda 2009

Anúncios

Uma resposta to “Sociedade angolana: A rapariga falou e disse”

  1. Sebral King Says:

    é mesmo assim fala mesmo…então…hum

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: